03/08/2020 18:35 - Atualizado em 03/08/2020 18:38

CSA goleia o Murici por 4x0

 

CSA e Murici se enfrentaram, na tarde desta segunda-feira (3), no estádio Rei Pelé, pela semifinal do Campeonato Alagoano. O Azulão venceu o Verdão por 4 a 0, com gols de Rodrigo Pimpão (2x), Joaquim (contra) e Luciano Castán, e garantiu vaga para a final.

A partida foi morna desde a primeira etapa e decidida nos detalhes. Com poucas chances reais de gol e falta de jogadas criadas, o Murici começou a primeira etapa mais organizado, com Souza girando a bola no meio-campo.

Na segunda etapa, com a entrada de Nádson, o CSA se lançou para o ataque, chegou com mais perigo ao gol e avançou para a final sem grandes sustos.

A decisão do Campeonato Alagoano já é nesta quarta (5), com horário a ser definido pela Federação Alagoana de Futebol (FAF). O CSA espera o vencedor da partida entre CRB e ASA, também nesta segunda (3), às 21 horas.

Primeiro tempo

O jogo começou morno, sem chances reais de gol. Quem esperava o Murici apenas no campo de defesa, viu que não foi bem assim. O Verdão ocupava o ataque, assim como o CSA, que tentava furar o bloqueio defensivo do adversário, mas sem muito sucesso.

Aos 12 minutos, Souza acionou Nona, que arriscou um chute, mas viu a bola sendo desviada na defesa do CSA e indo parar nas mãos de Thiago Rodrigues.

O CSA chegou no ataque aos 18', após cobrança de falta de Rafael Bilu. O atacante cruzou a bola para Luciano Castán, que cabeceou fraco e viu o goleiro Alexandre ficar com a redonda.

Os dois times voltaram da parada técnica e a partida continuou sem muitas jogadas. Aos 32', Etinho encontrou espaço e decidiu arriscar de longe. Thiago Rodrigues espalmou e salvou o CSA de levar o primeiro gol.

A primeira boa chance do Azulão no jogo foi apenas aos 41'. Após cobrança de escanteio, Alan Costa subiu mais que todo mundo e cabeceou a bola, que carimbou a trave. Quase o primeiro gol do CSA.

O time marujo voltou aos 46'. Michel Douglas decidiu arriscar de fora da área e parou no goleiro Alexandre.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o técnico Eduardo Baptista resolveu tirar Rafael Bilu e colocar Nádson. Foi aí que o CSA passou a chegar com mais perigo ao ataque. Logo aos 7 minutos, a equipe maruja abriu o placar. Nádson deu um belo passe para Pimpão, que chutou na saída do goleiro Alexandre e abriu o placar: 1x0.

O Murici sentiu o gol, mas sabia que precisava da vitória para conseguir avança à final. Aos 20', André cruzou na área, Etinho ficou com a redonda e chutou para fora.

A equipe maruja começou a tomar conta do jogo e assumiu o domínio da partida. E foi assim que chegou ao segundo gol, aos 32'. Norberto avançou pelo lado direito e cruzou na área. O zagueiro Joaquim foi tentar cortar e acabou empurrando para o fundo do gol.

O CSA fez o terceiro gol em jogada novamente trabalhada por Nádson e Pimpão, assim como no primeiro. Aos 38', o meio-campista tocou para o atacante, que, mais uma vez, deu aquele toquinho na saída de Alexandre.

E ainda deu tempo para o quarto. Aos 41 minutos, Allano cobrou escanteio, Alecsandro ajeitou de cabeça e Luciano Castán mandou para o fundo das redes. O goleiro Alexandre não teve chances.

Assim, com quatro gols só no segundo tempo, o CSA carimbou a vaga na final e deixou o Murici pronto para decidir o terceiro lugar do Estadual.

CSA - Thiago Rodrigues; Norberto [Diego Renan], Alan Costa, Luciano Castán, Igor Fernandes; Márcio Araújo, Yago [Geovane], Andrigo [Allano]; Rodrigo Pimpão, Rafael Bilu [Nádson], Michel Douglas [Alecsandro].
Técnico - Eduardo Baptista

Murici - Alexandre; Clayton, Adalton, Joaquim Silva, Caio; Tadeu, Matheus Oliveira [André], Souza [Jhonny]; Nona [Luan - Carlos Alberto], Rodrigo [Rayan], Etinho.
Técnico - Elenilson Santos



Gazetaweb